Principais tendências de TI para 2018

tendências de ti para 2018

Ao longo do ano 2017, foram surgindo novidades, novas tendências e diferentes tecnologias, procurando serem a solução para os atuais desafios das empresas.

O ano de 2017 já passou, mas a realidade para 2018 mantém-se. Novas estratégias e desafios vão acabar por surgir, de modo a revolucionar a forma como as empresas trabalham.

Como queremos mantê-lo informado, diferenciámos as principais tendências tecnológicas para o ano de 2018.

 

1 – Clouds Híbridas

Em 2017, tem havido um grande aumento da procura por clouds hibridas.  Este modelo oferece bastantes vantagens às empresas, por integrar as melhores características de ambos os modelos.

Serve essencialmente para as empresas, que ainda têm algumas dúvidas quanto à migração dos seus dados para a cloud.

A tendência é que as empresas continuem este processo, na procura de segurança, otimização do serviço e agilidade.

 

2 – Preocupação com a Segurança

Os ciberataques estão cada vez mais imprevisíveis e sofisticados, e a tendência é para piorar em 2018. Por isso, é preciso investir em segurança, para garantir a integridade dos dados da sua empresa.

No próximo ano, haverá ainda mais dispositivos interligados, o que remete para mais conexões e mais troca de dados.

Com a contínua implementação de inovações tecnológicas, é necessário considerar as possíveis falhas e vulnerabilidades de segurança, que essas inovações poderão trazer.

A segurança dos vários dispositivos, torna-se uma questão de prioridade para as empresas, sejam elas grandes ou pequenas, que desejam manter as suas informações seguras.

 

3 – Investimento em TI para redução de custos

Um dos principais focos para 2018 é continuar a investir em soluções, que sejam capazes de melhorar a performance das empresas.

Uma dessas soluções poderá ser a gestão de processos, também conhecida como Business Process Management (BPM). Esta é umas das áreas em que as tecnologias de informação se aplicam para optimizar, controlar processos e consequentemente melhorar a performance das organizações.

Estes processos de melhoria aumentam a agilidade das organizações, nas constantes modificações e exigências do mercado, conseguindo assim reduzir custos e aumentar a sua produtividade.

 

4 – Blockchain

A tecnologia Blockchain está a evoluir de uma infraestrutura de moeda digital para uma plataforma de transformação digital. É um afastamento das atuais transações centralizadas, podendo servir de base para negócios digitais disruptivos.

Embora esta tecnologia se ter, originalmente, focado na indústria de serviços financeiros, pode ter muitas aplicações potenciais, incluindo na Administração Pública, Saúde, Indústria Fabril, entre outros.

A tecnologia Blockchain, apesar de ser uma promessa para o longo prazo e de as tecnologias associadas serem ainda imaturas, já é uma realidade.

 

5 – Internet of Things (IoT)

A IoT foi um dos principais assuntos em 2017 e no próximo ano deverá manter-se. A cada dia que passa, os nossos objetos estão cada vez mais interligados e facilitam a nossa vida, através das suas funcionalidades.

Com o iniciar de um ano novo, entra um novo termo: as “Coisas Inteligentes”. Isto significa que as coisas inteligentes (objectos físicos) vão mais além do que foram programadas para fazer. Vão interagir de forma natural com o utilizador, oferecendo soluções que o próprio desconhecia que necessitava.

Através da Inteligência Artificial, esses objetos irão ter um sistema suficientemente forte, para suportar os funcionamentos mais avançados e as novas tecnologias adjacentes.

 

O ano de 2018 vai ser, certamente, um ano de grandes desafios. Esteja a par das novas tecnologias, com a STEP.